A Secretaria de Vigilância (SVS) do Ministério da Saúde confirmou nesta quarta-feira (8) o segundo caso de raiva humana em 2010, identificado no município de Chaval, no Ceará.


O paciente foi atacado por um cão há três meses. O órgão mantinha o caso como suspeito desde 2 de setembro, mas exames laboratoriais indicaram a presença do vírus causador da raiva em humanos.
De acordo com as informações do Ministério da Saúde, a Secretaria estadual do Ceará foi instruída a aplicar o Protocolo de Tratamento da Raiva Humana, procedimento que garantiu o terceiro caso no mundo de sobrevivência à doença, em 2008, em paciente da cidade de Floresta, em Pernambuco.


O primeiro caso do ano foi registrado em junho, no Rio Grande do Norte, após a morte de um homem após mordida de morcego.
O Ministério da Saúde mantém campanha de vacinação de cães e gatos em todo o Brasil. Segundo o órgão, as ações de vigilância permitiram uma redução acentuada no número de casos de raiva humana a partir de 2005. O ano com o melhor desempenho foi o de 2007, com apenas 1 caso registrado da doença no Brasil.


A raiva é uma doença que causa inflamação no encéfalo, levando à morte em quase 100% dos casos de infecção. O vírus pode entrar no corpo humano por meio de lambidas, mordidas e arranhões de animais portadores.


G1 - Ministério da Saúde confirma 2º caso de raiva humana em 2010 no Brasil - notícias em Ciência e Saúde